Boas-vindas

Este espaço surge na sequência de uma primeira iniciativa levada a efeito pela CHT (Comissão da História das Transmissões) que teve como objectivo produzir um livro com a síntese histórica dos factos e documentos recolhidos desde a Guerra Peninsular ao 25 de Abril. A esse primeiro livro seguiu-se já a publicação de um segundo, comemorativo do bicentenário do Corpo Telegráfico.

Como se pretende que a História das Transmissões continue para além daquela data e também possa refletir outras ópticas de apreciação e que integre a informação e narrativa dos factos o mais fielmente possível, criou-se este espaço em 13NOV2011, com o objectivo de se poder divulgar a informação reunida, mas também receber opiniões e documentos com testemunhos ou com descrições das várias experiências que cada um tiver vivido ou quiser divulgar.

Toda a informação recebida será introduzida num capítulo de documentos da responsabilidade de quem a produz e deverá dar origem a outras sínteses a publicar.

Assim, incentivamos a que colabore, enviando sugestões, trabalhos, fotos ou documentos para o e-mail deste sítio ou utilizando outro meio de que possa ou queira dispor. Este convite está naturalmente aberto a todos os que passaram pelo Exército Português, e muito em especial aos que pertenceram à Arma de Transmissões.

Para um contacto, utilize o formulário de comentários, ou, se preferir, envie-nos uma msg para este endereço: Email da CHTatravés do qual também nos pode fazer chegar imagens digitais ou digitalizadas.

Se tiver depoimentos, fotografias, ou outros documentos físicos que nos queira enviar, pode utilizar o seguinte endereço de correio normal:  CHT, ao cuidado da Direcção de Comunicações e Sistemas de Informação, Rua dos Sapadores, 1199-015 Lisboa
Serão posteriormente devolvidos, sem mais encargos, se o pretender, ou passarão a fazer parte do arquivo da CHT. 

Neste Blogue pretende-se também introduzir informação sobre todo o material utilizado pelas Transmissões, cuja maior parte estará reunida nas Coleções Visitáveis das Unidades da Arma e na correspondente secção do Museu Militar de Elvas.

Mas, sobretudo não esqueça, se algum dia foi militar de Transmissões (oficial, sargento ou praça, miliciano ou do quadro permanente) leia e participe com comentários, ou envie-nos memórias, documentos, fotografias, ou depoimentos.

33 comentários a “Boas-vindas

  1. Ola camaradas … Patafurdio 1… Na área .. Nampula ctm 3 .. Btm 4 .. Ctm 5 .. Sempre … Cumps

  2. Ola sou o osorio conhecido por vizela fui barista no bar de pracas no rtm em lisboa em 90-91 velhos tempos que passei procuro pessal do meu tempo t.0049 915499005 encontro-me emigrado na alemanha

  3. Olá a todos tb fiz parte desta familia da EPT, assentei praça, no Porto, no dia 4-01-1980, fiz parte do 1.º Pelotão, Operador de TTY, era conhecido por o “Alentejano” fiz o Juramento de Bandeira em abril de 80, fui para Lisboa e depois o resto na minha cidade de Évora. gostava de saber de paradeiro de mais alguns camaradas, cujos nomes o tempo se encarregou de os levar.
    Um Grande Abraço a todos.
    João Mirador

  4. Só tenho a dar os parabéns aos responsáveis por este magnífico blog que me fez “pele de galinha” ao percorrer alguns destes nostálgicos comentários. Fui tropa nesta ímpar Escola no 1º Turno de 1980, tentei por varias vezes encontrar colegas para um possível convívio, nunca obtive resposta. Agora, e com esta magnífica janela, espero que obtenha alguma resposta. Mais uma vez os meus parabéns e o muito obrigado pela excelente oportunidade.
    José Cavaca, Covilhã

  5. Boa tarde!
    Cheguei a este blog através de uma pesquisa sobre “Francisco Ciera ” na Internet. Apreciei imenso o trabalho aqui desenvolvido e de máximo interesse para os meus alunos a quem irei recomendar.
    Dado que vai estar presente uma exposição temporária na Escola secundária Madeira Torres, onde lecciono, sobre as comemorações do 250º aniversário do nascimento de Francisco Ciera, venho solicitar autorização para incluir no desdobrável de motivação para a citada exposição alguns trechos da informação aqui disponibilizada. Claro que serão feitas todas as devidas citações e referências às fontes utilizadas.
    Ficarei a aguardar.
    Com os melhores cumprimentos,
    Maria Manuela Catarino
    Professora de História A da Escola Secundária Madeira Torres – Torres Vedras

    • Ex.ma Sra professora Maria Manuela Catarino
      Nada nos poderia dar mais prazer do que poder contribuir através do nosso blogue para auxiliar a nobre missão de quem ensina a nossa história às nossas crianças. Para que se orgulhem dos seus avós, saibam quem são e quem um dia poderão ser.
      Também foi agradável ler o seu comentário, obrigado.
      Com os melhores cumprimentos,
      José Manuel Canavilhas

  6. Fui com muito orgulho Militar da arma de transmissões, fiz serviço na central automática do STM do QG/RMN-Porto (adido) em 1991/92.
    parabéns pelo blogue.
    Correia Guedes

  7. Agora, que celebramos, uma vez mais, o 25 de Abril de 1974, mas nas condições de ostracismo que lhe são impostas, lamentavelmente. Num acto de solidariedade, quero saudar os meus Camaradas, que entre 1973 e 1975, serviram no ATmA, no STMA e CRTmA, todos provenientes da EPTm. Sendo muitos deles, antigos colegas da PAEP e da EID e tantos outros dos CTT e TLP, ou ainda dos colegas e amigos, militares de carreira, com quem trabalhei durante estes últimos 39 anos.

  8. Ola caros amigos e camaradas do BTM4 e CMT5 . pretendo saber o dia e local do proximo convivio ou almoço . Ate breve . Herminio Marinheiro ( 96 5553257).

    • Ola Marinheiro, o px almoço será no actual Regimento de Transmissoes , no Porto(antigo EPT)dia 31 Maio. Podes ligar para lá e informaste melhor.

  9. Boa tarde!
    Excelente informação que este blog contém, os meus sinceros parabéns!
    Escrevo para que alguém me possa ajudar a identificar um aparente telegrafo das OGME Belém – Lisboa. Deixo aqui os links para algumas fotos.
    Agradeço desde já qualquer informação e o vosso tempo!
    Obrigado







    • Embora com atraso aqui fica a identificação:
      É uma Lanterna de Sinais, em caixa de madeira, cópia
      da Lanterna inglesa “Lucas”, feita nas OGME, em Belém,
      por volta dos anos 40. Este exemplar está muito incompleto,
      falta-lhe o principal… a lanterna de sinais.
      Luiz Fernando Dias

  10. Boa Noite!

    Antes de mais gostaria de fecicitar todos os que fazem parte deste blogue!.
    Estive na Escola Militar de Electromecanica em 1970 , de Janeiro a Setembro se não estou em erro. Frequentei o Curso de mecanico de Radar na Força Aérea Portuguesa. Por falta de juizo na altura não me dediquei como devia aos estudos, pois outros valores se levantaram, e reprovei o que fez a ninha saida da referida FAP. Em 1973 fui chamado a cumprir o serviço militar no Exercito e tive a sorte de fazer a especialidade de Radiotelegrafista no RT , na altura situado do Porto. Com mais juizo , porque tinha aprendido a lição na FAP obtive uma boa classificação e fui colocado da EPT . Fiz a subespliacidade para o STM no Porto. Acabada a especialidade, fui colocado no QG do Porto e mais tarde mobilizado para a Guiné em Abril de 1974 tendo estado na Guiné desde Maio até Outubro do mesmo ano. Não sei se a minha história terá algum interesse de qualquer forma não quis deixar de participar e oferecer os préstimos para o que fôr necessário.

    Com os melhores cumprimentos

    José Carlos Franco Dia Neves
    EX 1º Cabo Radiotelegrafista STM

    • Obrigado pela atenção dispensada.
      Tive conhecimento através do camarada João Mesquita que é costume fazerem um almoço de confraternização no 1º sabado de Junho. Gostaria de estar presente se fôr possivel. Assim se não fôr maçada pedia o favor de me avisarem e dizerem-me como fazer para a minha inscrição. Tenho boas recordações da EMEL.
      O mais engraçado na minha vida é que acabei sempre por estar ligado às transmissões mesmo na vida civil. Estou aposentado da A.P.D.L. ( Administração dos Portos do Douro e Leixões ) onde fui Operador de Radar e Telecomunicações. O destino estava traçado!
      Com os melhores cumprimentos
      José Carlos Neves

  11. Boas noites.
    Por lapso referenciei o prc-117,quando queria dizer prc 119-6,pelo que peço desculpa.Do 117 pouco ou nada sei,a não ser o que vem na net.Mais uma vez as minhas desculpas.Saudações.

    Raul 1o.cabo radiotelegrafista RTM 1977/1979

  12. Ate que enfim aparece um tema que me e muito caro.Se alguem precisar de alguma informação sobre angrc9,tr28a,prc10,prc117,terei muito gosto em ajudar dentro daquilo que sei,pois são equipamentos que tenho e alguns utilizo,nas bandas de radioamador. Saudaçoes……Raul

    • Obrigado pelo seu comentário. Este blogue procura preservar a história da Arma de Tm, incluindo naturalmente a dos equipamentos que ao longo dos tempos utilizou, mas sempre na perspectiva militar das Tm. Vários art.os existem já sobre a maioria dos equipamentos que refere, mas podem sempre ser completados com comentários que lhes aumentem o valor. Não existindo ainda nenhum sobre o PRC-117, lanço-lhe um desafio – o de escrever a sua história e descrever as suas características técnicas, se possivel juntando algumas fotos. Envie-o para o email do blogue, que eu o publicarei em seu nome, como já tenho feito noutros casos, pois este blogue é também dos seus leitores, desde que respeitando os seus objectivos.

    • Boas noites.
      Não sei responder a essa questão.Este equipamento foi adquirido em França,juntamente com outro material militar de colecção,(acessorios para um Jeep Willys mb de 1944).Cumprimentos

  13. Felicito a “Comissão de História das Transmissões” pela criação deste espaço mediático… onde se pretende reunir informação do Passado, discutir assuntos no Presente e prospectivar o Futuro daquilo que se designa por “Transmissões Militares”, que numa perspectiva da sua evolução natural, perante a sociedade informacional, onde o ciberespaço é o nosso actual “Espaço de Batalha”, as Comunicações e Sistemas de Informação são uma realidade inadiável…
    Bem hajam pela iniciativa deste ciber-blogue…

    Com estima e melhor consideração,
    MGen Henriques Dinis

  14. Tenho fotografias do Agrupamento de Transmissões tiradas da antena do Centro de Escuta, onde fiz todo o meu serviço militar na Guiné. Como posso enviá-las para este blog?

    • Todas as fotos com interesse histórico ou documental serão bem vindas e publicadas. Pode enviar-nas ou para o endereço de email indicado em Boas-vindas (testecht@gmail.com), se estiverem digitalizadas, ou pelo correio normal indicado no mesmo texto.

  15. Com os Parabéns pelo trabalho realizado, formulo também os votos de que este blog continue a inspirar o futuro com base nos exemplos de realização da História das Transmissões Militares Portuguesas.

    Com os meus respeitosos cumprimentos,
    Paulo Nunes
    TCor Tm (Eng)

  16. Os meus parabéns por esta excelente iniciativa! O tema sempre me interessou e serei frequentador atento e assíduo.

  17. Em relação ao comentário do coronel Cândido Gaspar onde manifesta a sua satisfação pelo aparecimento do nosso Blogue, cumpre-me afirmar que tive um enorme prazer em reencontrá-lo no almoço e em ler o seu comentário. Que é histórico visto que foi o primeiro comentário que apareceu no Blogue feito por um elemento que ainda não pertence à CHT.
    O facto de não pertencer à Comissão não quer dizer que não o possa vir a ser pois mérito não lhe falta. Conforme tive ocasião de dizer ao almoço penso que o nosso livro ficaria bem melhor se ele, nessa altura, pertencesse à CHT.
    Um abraço amigo
    Pedroso de Lima

  18. Ora aqui está uma forma de contacto e de intercomunicação actual que é de aplaudir. Os meus parabens a quem se deu a todo este trabalho. Os blog que no início, nos idos de 2002, não passavam de diários pessoais colocados na Web, passaram a ser mais fóruns de discussão como parece ser a intenção deste. Mas para que não morram é mesmo necessário que haja discussão, o mesmo é dizer que a malta apareça a dizer coisas.
    Quanto à qualidade do blog ela sera o que nós quisermos que seja. Para já devo dizer que acho o espaço visualmente muito agradável, muito bem conseguido, com uma fotografias muito bonitas, como a que encima esta página.
    Abraços do
    Gaspar

    • Quero deixar um particular abraço de amizade, apreço pessoal e elevada consideração, ao tempo de 1973-1975 do ATmA-STMA, ao meu Capitão Eng. Tm. Cândido Gaspar. Quis o destino que continuasse por mais de 38 anos, ligado à industria da electrónica e telecomunicações para a Defesa Nacional, e outras missões na ONU, NATO e EUFOR, carreira que prossegui na EID. Um abraço, Mariano Gonçalves, CT1XI

  19. Meu caro Canavilhas, tb me parece que vai mesmo ser um sucesso. Agora é “alimentar”, analisar e comentar (responder).
    António Pena.

  20. Quanto á qualidade do blog, não sei, quanto á bondade sei do carinho que tem dentro, sei do trabalho porque ouvi, mas também vi. Quanto ao que se vê, está cá tudo, está muito, e consigo ler nas entrelinhas, e sentir o convite e o desejo de entrar nele. Cá estarei em breve. Não sei qual o grito de guerra dos bloguistas desta vez eu invento. ” BLOBRIGADO UM ABRAÇO”
    João Martins Alves

  21. Excelentemente bem impressionado deixo o meu abraço de parabéns por este nosso BLOG, prometendo colaboração.
    Mas de parabéns estão também todos os CHT.
    Abraços,
    Jorge Sales Golias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s