Cor António Pena – uma notável história de vida


PenaTal como prometido anteriormente, este blogue tem de novo a responsabilidade e o prazer de, a partir da próxima semana, começar a publicar mais uma extraordinária história de vida, escrita em 2013, – a do Cor Man Tm António de Oliveira Pena, membro da CHT, hoje na reforma, mas tão ativo como todos sempre o conheceram.

A sua história, que ele dividiu em capítulos, será apresentada em postais sucessivos, que serão agrupados, quer consoante a sua extensão, quer por em conjunto versarem dados conexos.

Índice:

INTRODUÇÃO

  1. Origens e vivência pilónica (Instituto Militar dos Pupilos do Exército – IPE)
  1. Carreira militar normal (1954 a 1996)
  1. Momentos especiais decorridos ao longo da carreira militar
  1. Qualificação superior (licenciatura, mestrado e doutoramento na FCSH/UNL) de 1988 (52 anos) a 2006 (69/70 anos)
  1. Docência no Grupo Lusófona [ULHT (Lisboa) e ISMAT (Portimão)] de 1996/1997 (passagem à situação de reserva do Exército em março de 1996) a 11 de março de 2013] – professor p158
  1. Momentos especiais decorridos ao longo da qualificação superior (FCSH/UNL) e da docência no Grupo Lusófona (ULHT e ISMAT) e na Academia Militar
  1. Sócio Efetivo da Revista Militar desde 1993 – Participação nos corpos gerentes
  1. Colaborações voluntárias
  1. Hoje, 18 de março de 2013, ao terminar esta história, referem-se alguns trabalhos em que estou envolvido

CONCLUSÕES

Anúncios

3 comentários a “Cor António Pena – uma notável história de vida

  1. Obrigado pelo comentário onde o Sr Amílcar Delgado mostra bem o agrado pela passagem pela Instituição Militar, nomeadamente pela Arma de Transmissões, assim aconteceu com muitos jovens com quem tive o gosto de trabalhar. Por mim fiz o que observou e vou continuando a colaborar naquilo que me pedem, sempre no sentido de ajudar e de prestigiar a Instituição Militar, mas creia que fui ao longo de todos estes anos, comecei em 1954 (18 anos) rodeado de pessoas interessantes com quem apeteceu e apetece trabalhar. Bem Haja pelo simpático comentário.

  2. Acabei de reler a tua História de Vida. O sentimento que me acompanhou foi sempre o de um grande respeito por quem assim viveu e vive. A partir de agora, como diria o filósofo J. Gil, está feita a tua inscrição no espaço público. Que o teu exemplo sirva aos mais antigos para te entenderem e respeitarem esta tua teimosia de chegar onde é muito mais difícil e aos mais novos para que se orgulhem de partilhar contigo esta nossa nobre Arma de Transmissões.
    Como também eu me orgulho!
    Os meus respeitos, camarada coronel, doutor.
    Jorge Sales Golias
    tenente-coronel

  3. Exmo Sr. Coronel António Pena

    Foi/é com muito agrado que tenho lido a sua “NOTÁVEL HISTÓRIA DE VIDA”, em minha sincera opinião só posso adjectivar (adjetivar) como espectacular (espetacular), é uma lição de empenho, dedicação, honestidade e coragem ,de que todos nos devemos orgulhar.
    Tenho muito orgulho em ter pertencido ao Exército Português, nomeadamente na Arma de Transmissões, ter cumprido tudo o que me foi exigido, ser reconhecido, e ter nas fileiras, superiores como o Exmo Sr. Coronel António pena, que é uma lição de vida.
    Os meus Parabéns pelos sucessos obtidos e reconhecidos bem como a sucessos futuros.
    Os meus mais respeitosos cumprimentos

    Amilcar Delgado
    (Ex 1º cabo 185/82 RTm
    Feixes Hertzianos)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s