As fotos dos leitores (5)


Do ex-1º Cabo Radiotelegrafista do STM Sr. Antero Ferreira, recebemos as fotos abaixo, mostrando a primeira o edificio do Posto Rádio de Mocuba, e a segunda o seu interior, onde está a receber e a transmitir msg’s pelo código morse. “Estive em Mocuba de Janeiro de 1973 a Agosto de 1974, donde passámos para Quelimane, até vir embora em Novembro de 1974.”

STM MocubaPosto Radio Mocuba

Anúncios

5 comentários a “As fotos dos leitores (5)

  1. Em primeiro lugar as minhas desculpas por ter trocado o nome do 1º cabo radiotelegrafista Antero Ferreira no comentário que fiz ao seu post “As fotos dos leitores (5)”..
    Aproveito para solicitar a um visitante do Blogue que o possa fazer, a identificação dos equipamentos rádio apresentados na fotografia incluída no mesmo post, o que desde já agradeço.

  2. Este post, da autoria do 1º cabo radiotelegrafista Sr. Antero Teixeira, permite recordar que a Guerra Colonial deve ter sido a última vez em que o Exército português usou o sistema Morse. depois de no século XIX o ter usado na rede telegráfica nacional (com suporte filar) e no século XX na Grande Guerra, sobretudo em TPF, e, posteriormente, na rede radiotelegráfica militar nacional, fundamental em situações de crise e catástrofe e que esteve aberta ao tráfego telegráfico civil.

    Permito-me sugerir que este post sobre o Posto de Rádio de Mocuba, “onde todos os caminhos se cruzam e toda a Zambézia se abraça” no dizer de César Brandão, seja valorizado com a indicação dos equipamentos apresentados na fotografia

    • Bom dia. Já não me lembro dos nomes dos rádios com que trabalhavamos. Queria tambem dizer que me chamo Antero Ferreira, e não Teixeira, e não é preciso o Sr. Obrigado.

  3. Bom dia Coronel João Alves. Claro que as temperaturas andavam por 45º e 50º. Iamos tomar banho de agua fria, para refrescar e quando acabavamos já estavamos outra vez a suar. Alem de mim, havia outros mas não era Dava, mas sim Dara. Lembra-se do Major Graça? Se não me engano era quem estava à frente do Comando de Sector. Aos fins de semana costumava ir nessa automotora com rodas de borracha. Quando contei aqui, até se riram de mim, pois ninguem acreditava. Gostei muito de estar em Quelimane, cidade muito bonita. Tenho um blog sobre Moçambique. Aqui vai o link, se quiser visitar: http://mocambiquesaudades.webnode.com.pt/
    Um abraço.

  4. Caro Antero
    Pois ´falta dizer que as temperaturas por ali andavam entre os 40º e os 60º , estrelavam-se ovos na chapa. A unica ventoinha que havia era para refrescar os emissores, nós lá iamos refrescando com umas bassucas. Estive lá em estágio de 10 Jan a 14 de fev 73. A guarnição era constituida pelo Antero e pelo Dava?. Quelimane era bem melhor não era? E o comboio Mocuba- Quelimane com pneus Michelin? Unico no mundo (havia outro, creio que na China?). Eu até tive um furo na minha viagem para Quelimane.
    Um abraço do “Capitão” Martins Alves

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s