Os primórdios dos computadores


Post do MGen Pedroso Lima, recebido por msg: 

Numa das minhas leituras, há já umas dezenas de anos, lembro-me de ter visto a referência a Pascal como um dos grandes pioneiros dos computadores, lembrança que talvez tenha a ver com a grande admiração que tenho pelos seus pensamentos (basta aqui referir o pensamento 44: “Quereis que pensem bem de vós? Não o digais vós mesmo…”)

O coronel Cruz Fernandes, no seu post “O computador e a sua história”, não o menciona, indicando como o mais remoto pioneiro dos computadores Carlos Babbage (1792 – 1871), que viveu mais de um século depois do parisiense filósofo e matemático Blaise Pascal (1623-1662).

Esta solução compreende-se perfeitamente pois as máquinas de Babbage estavam muito mais próximas dos atuais computadores do que as de Pascal que se situam no campo das máquinas de calcular.

Talvez possamos dizer que nos vamos referir ao período anterior a Babbage de certa maneira a pré-história dos computadores…

Um dos autores que consultámos diz-nos o seguinte[1]:

O ábaco foi o primeiro dispositivo manual de cálculo. Realizava operações de números no sistema decimal de soma e subtração.

O ábaco mais antigo apareceu no vale do Tigre e Eufrates 3500 aC.

Por volta de 2600 apareceu o ábaco chinês e, no Japão, o Soroban, que ainda hoje é usado para cálculos simples..

As Estruturas de Napier  foram criadas em 1610 pelo matemático, físico, astrólogo e teólogo escocês John Napier .

Eram destinadas à multiplicação.

A Régua de cálculo foi criada em 1821 pelo matemático inglês William Oughtread (1575-1660), na sequência dos trabalhos de Napier.

As primeiras réguas de cálculo tiveram forma circular.

A seguir apareceram as réguas de cálculo de forma retangular, que se vulgarizaram e que foram utilizadas até à década de 70 do século XX, na área da engenharia.

Como a régua utiliza escalas logarítmicas, a divisão e a multiplicação são obtidas por adição e subtração de comprimentos, o que permite que a régua de cálculo possa ser considerada como “o primeiro computador analógico da história”.

Máquina Pascalina, criada por Blaise Pascal em 1642

Inspirada nos ábacos destinava-se a somas e subtracções.

Calculadora universal de Leibnitz

Constituiu um aperfeiçoamento da máquina de Pascal, realizado em 1652 pelo matemático Leibnitz (1646-1716). A máquina executava as quatro operações e é considerada precursora das máquinas binárias.

Tear de Jacquard

Criado em 1810 por  Joseph Marie Jacquard (1752-1834), comerciante, tecelão e inventor francês que utilizava cartões perfurados para controlar os desenhos nos tecidos produzidos.


[1] SANTOS, Ana Mafalda, Sandra Ferreira e Vanessa Fadista, Instituto Politécnico de Santar – http://www.prof2000.pt/users/harry/Index2.htm

Anúncios

Um comentário a “Os primórdios dos computadores

  1. Os dispositivos apresentados pelo Sr General Pedroso Lima não satisfazem a noção de computador. Computador – na acepção em eu que tratei o assunto – é um “ser” que tem “memória” e “executa programas”. A Máquina Diferença N.º 2, de Babbage é a primeira que tem essa concepção. Antes dele houve muitas tentativas de máquinas de calcular mas que não cumpriam a definição de computador.
    Cruz Fernandes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s